sexta-feira, 19 de outubro de 2018

LEITOR DE CONTADORES

---
[...] Há que tirar o chapéu a António Costa, o anestesista-mor do Reino (mais tarde haveremos de tirar tudo, até ficarmos de tanga, mais curta ainda do que a outra). 
Primeiro, fez uma remodelação-surpresa e livrou-se, de uma penada só, de alguns ministros incómodos, substituindo-os pela sua guarda pretoriana (fiéis, espartanos, vozes de um só dono), que tudo farão e tudo mudarão, durante os próximos meses, para que tudo fique exactamente na mesma. Só o facto de colocar Galamba no Ministério do Ambiente a tratar da energia revela uma jogada de mestre: o homem deixa de dizer disparates em público (como o do rating da Moody’s) e fica inibido de dizer alguma coisa, porque a sua vasta experiência acumulada sobre energia resume-se, ao que consta, à tarefa de pagar a conta da electricidade em casa e de apontar a contagem do aparelho. E, enquanto isto, o Regulador está controlado por outro pretoriano, perito em turismo rural e que qualifica para a ERSE porque, para além de ser colega de Galamba no curso de leitura de contadores, é especialista em interruptores e substituição de lâmpadas. [...]
---
Luís Reis in "Observador"
---

Sem comentários:

Publicar um comentário