quarta-feira, 3 de outubro de 2018

UMA POLÍTICA PATRIÓTICA E DE ESQUERDA

------

---
João Oliveira, líder parlamentar do PCP, em entrevista na TV há dois dias, declarou : Para nós, a integração no Governo não é uma questão deste ou daquele lugar; é uma questão de saber que política é que o Governo faz […]. E acrescentou: Tem de haver, à partida, a definição de uma política que corresponda aos anseios dos trabalhadores, que dê resposta aos problemas estruturais do País e que, rompendo com a política de direita, abra uma perspectiva de desenvolvimento e progresso do nosso País. Em resumo, digo eu, citando outro grande pensador comunista, “uma política patriótica e de esquerda”.
Nicolás Maduro, da infeliz Venezuela que não merecia o que está a passar, não diria melhor que João Oliveira. Felizmente, os portugueses já não vivem no estado de ignorância e falta de informação política em que viviam antes de 1974 e aprenderam a separar o trigo do joio. Já queimam o joio, colhem o trigo e não engolem as patranhas dos fósseis da esquerda.

---
---

Sem comentários:

Publicar um comentário