segunda-feira, 30 de novembro de 2009

PEDAÇOS DE IMPRENSA

[...] Na semana passada , António Mota, dono da Mota Engil, desdobrou-se numa série de raras entrevistas que o seu grupo organizou em que falou a vários órgãos de Comunicação Social, como se fosse titular das pastas conjuntas da Economia, das Finanças e do Planeamento. Fez bem. Na situação de exiguidade a que o Estado português se remeteu, ele é provavelmente já isso tudo e muito mais.

Mário Crespo
"Jornal de Notícias"
30 de Novembro de 2009

Sem comentários:

Publicar um comentário