sábado, 23 de dezembro de 2017

ESPECULAÇÂO METABÓLICO-CIENTÍFICA

.
.
A obesidade, como é do conhecimento geral, predispõe a situações como a hipertensão, doenças vasculares e cardíacas, diabetes, cancro, rebabá. Mas um estudo feito no Reino Unido parece indicar que os obesos se sentem mais felizes, mais tranquilos e mais contentes por ter nascido que o resto da população. É verdade!
Embora estes dados não sejam fiáveis, porque incluíram apenas 330 mil britânicos, dão para pensar dado que vêm ao encontro de uma percepção generalizada, embora não fundamentada, de que é assim mesmo.
Os gordos terão um metabolismo mais rápido que a outra população, mas a explicação não deve estar relacionada com isso. Em minha insignificante convicção, as coisas devem ser postas ao contrário: os mais felizes têm maior apetite que a população geral, tanto maior quanto menor é a felicidade desta. Mas, em boa verdade, isto é especulação (quase) metafísica, sem ponta por onde se pegue.

.

Sem comentários:

Publicar um comentário