domingo, 31 de dezembro de 2017

TAXAS DE ARREGANHAR A TACHA

.
.
Como estamos em época de taxas e não se fala noutra coisa, Helena Matos propõe no "Observador" que se criem mais algumas. Por exemplo — e transcrevo — "Taxa por não perceber o que diz António Costa (e já agora Joana Mortágua). Será seguramente uma das taxas mais rentáveis da nossa máquina fiscal pois se do primeiro é garantido que poucos percebem o que diz, da segunda é óbvio que nem ela mesma percebe o que está a dizer."
Está perfeito mas faltou referir a taxa a pagar pelos que percebem o que estão a dizer, comportando-se como se não percebessem — é a bancada do PCP em peso, o que, felizmente, é "poucochinho".
.

Sem comentários:

Publicar um comentário