quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

O SENSO COMUM NÃO É TÃO COMUM ASSIM ( VOLTAIRE )

.
.
A falta de senso comum, afecção endémica em pequenas fracções da população mundial em tempos idos, paradoxalmente poupando o que se chamavam "civilizações atrasadas" e com maior incidência nas "grandes nações", de supetão tornou-se epidémica, praticamente pandémica.
Vem a conversa a propósito da notícia hoje publicada sobre o logotipo criado por uma empresa de design de Moscovo, a Shuka Design, para o próximo Campeonato do Mundo de Xadrez, a ter lugar em Londres, em Novembro de 2018.
Além da imagem ter, inexplicavelmente e a  despropósito, conteúdo sexual, mostra um tabuleiro com apenas seis casas de lado, quando o xadrez se joga em tabuleiros com oito — mas isso é o menos. No mundo, mais de 50% dos jogadores de xadrez são crianças e o cartaz não parece o mais inspirado para infantários ou escolas primárias, penso eu de que.
Não sei porquê, mas cheira-me a que, no júri que o escolheu, devia haver um ou dois — talvez mais — deputados do Bloco de Esquerda. Seguramente...
.

Sem comentários:

Publicar um comentário