terça-feira, 30 de janeiro de 2018

OS PILHA-GALINHAS

.

O Ministério Público acusou José Conde Rodrigues e José Magalhães, ambos ex-secretários de Estado do governo de José Sócrates, pela prática de crimes de peculato, por terem utilizado cartões de crédito atribuídos para fins públicos em benefício próprio. Os ex-governantes terão feito gastos de 14 mil euros e 400 euros, respectivamente, em livros e revistas. Enquanto Conde Rodrigues gastou esse dinheiro em 700 livros e revistas jurídicas, os gastos de José Magalhães foram em 30 publicações sociais e revistas sobre ioga, avança a TVI24, citando a Procuradoria Distrital de Lisboa.
Não terão também comprado castanhas com os cartões?
.

Sem comentários:

Publicar um comentário