sábado, 27 de janeiro de 2018

QUEM ODIAVA QUEM ?

.

.
Em 2014, um haker do serviço de informações holandês AIVD "entrou" no computador de uma universidade russa perto da Praça Vermelha, em Moscovo. Um ano mais tarde, ele e os seus colegas surpreenderam hakers russos a lançar um "ataque" ao Partido Democrático dos Estados Unidos. Os hakers holandeses tinham não só entrado no sistema informático da universidade, mas também na rede do famoso grupo de hakers russo Cozy Bear, que puderam vasculhar sem que os russos se apercebessem. Encontraram e recolheram dados  comprovativos da interferência russa na eleição de Trump. Estranhamente, os serviços  americanos competentes foram avisados a tempo pelo AIVD, mas poucas ou nenhumas precauções tomaram. Já Tocqueville dizia que, em política, a comunhão de ódios é quase sempre a base das amizades.
.
.
O Presidente da AIVD (esq.) e o Ministro do Interior da Holanda (dir.)
.

Sem comentários:

Publicar um comentário