quarta-feira, 2 de setembro de 2015

PÔR-SE A JEITO

.

O banco holandês INS avaliou as negociações entre a Grécia e o Eurogrupo durante a recente crise nesta instituição e tirou lições várias. Entre elas, destaco:
O Syriza apostou que os credores internacionais estariam tão preocupados  com os danos causados por uma eventual saída da Grécia da Zona Euro que lhe seriam concedidas condições mais favoráveis para o seu programa. Enganou-se. Alexis Tsipras conseguiu uma vitória  do "não" no referendo de 5 de Julho, mas teve de desistir e aceitar um acordo pior que o anterior.
Tal como refiro em post anterior, não é coisa fácil travar batalhas destas quando se está na mó de baixo. Os resultados são maus, por vezes injustos, quase punitivos. Por isso, a melhor estratégia é não se pôr a jeito. Já vimos esse filme por cá.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário