quinta-feira, 10 de setembro de 2015

VER PARA CRER

.

[...] “Justiça social em democracia e na Europa, hoje, só com o PS”. A frase é de... Diogo Freitas do Amaral, que ontem anunciou o voto nos socialistas nas próximas eleições de 4 de Outubro. Depois de ter apelado ao voto em Passos Coelho nas últimas legislativas, o fundador do CDS não poupa agora nas críticas ao primeiro-ministro. [...]

[...] Há quatro anos, também num artigo publicado na “Visão”, Freitas do Amaral fazia o apelo inverso, dirigindo então as críticas ao candidato socialista, José Sócrates. Freitas—que dirigiu a diplomacia portuguesa no início do primeiro governo de Sócrates, cargo que abandonou logo em 2006 invocando razões de saúde—tinha já entrado em rota de colisão com o então líder do executivo, a quem acusava de ter “começado a viver num mundo irreal”. 
“O seu tempo passou”, vaticinava Freitas sobre Sócrates nas vésperas das legislativas de 2011. Já sobre Pedro Passos Coelho o fundador do CDS não tinha dúvidas: “Conheço-o bem; li o que escreveu e tenho-o seguido na televisão. A minha impressão pessoal é francamente positiva”. [...] 

In jornal "i"
.

Sem comentários:

Publicar um comentário