quinta-feira, 18 de abril de 2019

CEMITÉRIO CÓSMICO REPLETO DE REMANESCENTES DE ESTRELAS MORTAS.

---
------
---
É assim que o Universo termina, não com um estrondo, mas com um frio incomensurável e gradual. Ou, pelo menos, esse é o palpite de muitos cientistas ― mas não sabemos realmente, e é inteiramente possível que nunca o saibamos. Este vídeo do cineasta e músico norte-americano John Boswell começa em 2019 e apresenta uma teoria de como tudo ― verdadeiramente tudo ― terminará. Com a velocidade da passagem do tempo dobrando a cada cinco segundos, interpretações visuais inventivas de fenómenos cosmológicos e narradas por cientistas como Stephen Hawking, Martin Rees e Janna Levin, o vídeo guia-nos profundamente para uma possível evolução do Universo. Traduzindo de forma impressionante a Física teórica e as vastas escalas astronómicas de tempo e espaço em 29 minutos de tirar o fôlego, "Timelapse do Futuro" leva-nos até ao sublime do inimaginável, com a maravilha e o terror que pode provocar.
---

---
Fotografia de um buraco negro feita por mim hoje de manhã.
---

Sem comentários:

Publicar um comentário