terça-feira, 29 de março de 2011

FALANDO DE FRITOS...

.
Sobre a crise política actual, o Dr. Soares escreve, na sua crónica de amanhã no “Diário de Notícias”, esta coisa intrigante, provavelmente sem se aperceber do que está a dizer:
[...] É certo que o líder do PSD deve ter sido muito pressionado pelos seus correligionários, ávidos de poder, que não escondem, aliás, que não o suportam e o querem substituir, uma vez realizada a sale besogne, como dizem os franceses. Isto é: o trabalho mais impopular e difícil. Como outros queriam "fritar em lume brando" José Sócrates. Mas ele não os deixou fazer... [...]
Isto é, o Dr. Soares acha que Sócrates estava a ser frito em lume brando e, para descalçar a bota, ou saltar da frigideira, precipitou a crise.
Então, houve segundas intenções no comportamento de Sócrates, Dr. Soares? A crise foi procurada e provocada por ele? Parece que sim. E o Dr. Soares acha que foi manobra bem feita, pelos vistos. De mestre, acrescento eu. Mas porca.
..

Sem comentários:

Publicar um comentário