segunda-feira, 26 de junho de 2017

ENCÉFALO MAL PASSADO


..
.António Costa terá dito hoje, ou ontem, ou amanhã — tanto faz! — o seguinte (transcrevo): Fernando Medina é o único verdadeiro candidato a presidente da Câmara de Lisboa, que vencerá as eleições "por mérito próprio", porque teve a coragem de ultrapassar a herança recebida.
Grande tirada, não fosse uma burrice — nem é preciso explicar porquê. Mas, porque pode haver um socialista português que não perceba, fenómeno frequente, sempre direi que os futuros candidatos serão todos "verdadeiros candidatos". Não tenho conhecimento que a lei preveja a figura de candidato virtual.
Mas isso é o menos mau na inspirada declaração de Costa. O pior mesmo é a admissão de vitórias sem ser por mérito próprio; ou seja, vitórias de candidatos rascas, eventualmente por batota nas urnas, manipulação eleitoral suja, conspiração desleal contra oponentes, mentiras e por aí fora. Da conversa de Costa pode concluir-se que tal fenómeno ocorre em Portugal, caso contrário não seria necessária a referência à qualidade da possível vitória de Medina. Ele lá sabe porque fala nisso.
Caricata, por fim, é a referência à "coragem de ultrapassar a herança recebida". Ficamos sem saber se a "ultrapassagem" foi de burrices herdadas de Costa, o que não o abona muito e por isso não deve ter sido; ou se foi ir além do génio de Costa, que em matéria de basófia ainda o abona menos.
Costa começa a tresler! O "calor" de Pedrógão Grande assou-lhe o encéfalo. Está mal passado, mas está assado.

.

Sem comentários:

Publicar um comentário