sexta-feira, 23 de junho de 2017

"SHUT UP"

.


Abro o jornal e leio:
.
"Vai sair mais uma campanha vergonhosa para denegrir Bruno de Carvalho. Começou com uma notícia veiculada pela TVI, uma notícia que foi plantada. Nessa peça, dava-se a entender que o presidente do Sporting recebia comissões por transferências de jogadores", disse o diretor de comunicação 'leonino' (Nuno Saraiva).
.
Os directores de comunicação dos clubes de futebol, presumo, servem para deixar os responsáveis pelas agremiações desportivas livres do contacto directo com os órgãos de comunicação social, entregando essa actividade a especialistas, o que os liberta de actividade complexa e melindrosa, exigindo bom senso e conhecimento do meio.
Lembrei-me disto, ao ler o comunicado — em cima reproduzido — de um tal Saraiva, alegadamente um desses especialistas a trabalhar para o Sporting que, com a cara que tem, mesmo antes de abrir a boca, a gente já sabe que a probabilidade de sair asneira é elevada. E como nos últimos tempos o débito de comunicados ridículos e caricatos tem sido alto, até ele já percebeu que não dá uma para a caixa e procura emendar a mão — mas, quanto mais fala, mais evidente é que não nasceu para tal mister, próprio do Homo sapiens.
Então, hoje leio que Saraiva terá anunciado — urbi et orbi — o que transcrevi a abrir (Vai sair mais uma campanha vergonhosa para denegrir Bruno de Carvalho. Começou com uma notícia veiculada pela TVI, uma notícia que foi plantada. Nessa peça, dava-se a entender que o presidente do Sporting recebia comissões por transferências de jogadores).
Isto é, ainda a notícia não saiu e já Saraiva a anuncia e lhe dá publicidade. Mais estúpido que isto é difícil.
A constatação de que um "jornalista" assim chegou a director de comunicação do clube que tem Bruno de Carvalho como Presidente, não admira. O que admira, como dizia o outro, é ele ter conseguido fazer a antiga quarta classe. 

.

Sem comentários:

Publicar um comentário