segunda-feira, 28 de agosto de 2017

O QUERIDO KIM

...
.......
"As invencíveis forças navais (norte-coreanas) estão unidas na sua determinação de afundar a totalidade dos Estados Unidos, se esse país trouxer nuvens de guerra ou de agressão ao nosso território".
O transcrito em cima está publicado num jornal da Coreia do Norte, segundo os órgãos de informação ocidentais. É o género de prosa de estilo mais fascista do Século XXI, e de quase todo o Século XX — exclui-se a conversa de Hitler e Mussolini. Mas há quem goste. Não a China, que fica embaraçada com Kim Jong-un, e provavelmente Nicolás Maduro que nem deve saber onde fica a Coreia.
Por cá, Jerónimo ouviu em tempos as dúvidas de Bernardino Soares sobre a democraticidade da Coreia do Norte e evita falar disso — com pena, porque aquilo é o género de regime em que o povo é apascentado por iluminados pelo socialismo científico do camarada Marx. Jerónimo cala, mas apoia e consente — tomara que Portugal fosse igual.

.
...

Sem comentários:

Publicar um comentário