terça-feira, 27 de março de 2018

O ANTI-SEMITA

....

Corbyn, líder da oposição britânica, é um esquerdista "consequente", a favor da maior igualdade de tratamento para todos. Mas Corbyn tem um pequeno problema com os judeus — suspeita-se que os judeus não fazem parte de "todos".
Em 2012, já lá vão seis anos, o Senhor Corbyn protestou veementemente contra uma autoridade municipal que mandou apagar um mural de "arte" australopiteca onde se via um grupo de judeus a jogar "Monopólio" sobre as costas de um miserável escanzelado.
Agora, Corbyn, perante as lutas de Israel com os palestinianos e os prósperos capitalistas judeus, é anti-semita. Pudesse fazê-lo, mandaria todos os judeus para a câmara de gás. Para Corbyn — como para muitos como ele — tudo é relativo. Tempo e espaço são relativos, dependendo do ponto de vista do observador, dizia Einstein. Também judeus e não judeus são relativos, dependendo do partido em que se milita, Corbyn dixit e nós anotamos.
...

Sem comentários:

Publicar um comentário