terça-feira, 20 de março de 2018

UM RIO QUE VAI DESAGUAR NO MAR MORTO

.

[...] Para Rio parece que a oposição interna do PSD é a responsável pelo populismo de Elina Fraga — e pela realização de uma auditoria da Ordem dos Advogados que acabou no DIAP de Lisboa. Pelas adjudicações realizadas pela autarquia de Ovar liderada por Salvador Malheiro — que também estão a ser analisadas pela Justiça. E agora pelo curriculum vitae criativo de Feliciano Barreiras Duarte. Bem vistas as coisas, as estratégias de vitimização criativas de José Sócrates já têm seguidores na direcção de Rui Rio. [...]
.
Luís Rosa in "Observador"

.

Sem comentários:

Publicar um comentário