sábado, 22 de julho de 2017

PINGOS DE "FASSISMO"


.[...] Um médico qualquer considera a homossexualidade uma “anomalia”. Você assina uma petição a exigir o fuzilamento do sujeito e, posteriormente, a respectiva expulsão da Ordem. Não satisfeito, distribui por amigos, via e-mail, um texto alusivo de autoria da filha de Adriano Moreira. [...]

[...] O texto da filha de Adriano Moreira contém inúmeros erros de português básico, a sugerir que, incrivelmente, ela escreve ainda pior do que o pai – e a convidar alguns dos seus amigos a usá-lo como pretexto de chacota. [...]

[...] Um candidato autárquico do PSD condena o apreço dos ciganos por subsídios. Você assina no Facebook umas linhas decisivas a chamar racista ao candidato, a Pedro Passos Coelho e a todos os eleitores do PSD que não se “demarquem”, com urgência, das pérfidas declarações. [...]

[...] Na sua página do Facebook, um comentador lembra-lhe educadamente que, além de outras interessantes peculiaridades “culturais”, os ciganos também acham a homossexualidade uma “anomalia”. [...]

[...] Você bloqueia o comentador e explica que o seu “mural” não é um abrigo de fanáticos da extrema-direita.[...]

[...] Pedro Passos Coelho chama “lei da rolha” ao silêncio imposto aos bombeiros. O dr. Costa discorda e declara que “a informação devidamente organizada e estruturada é uma mais-valia para todos”, uma definição exacta da “lei da rolha” e um mandamento em vigor nos regimes que o dr. Costa venera lá no fundo, mas não muito no fundo.[...]

[...] No Twitter, diversos “seguidores” lembram-no de que a “cultura cigana” tem pelas mulheres que você tanto exalta um respeito e uma consideração semelhantes aos do islão e aos do mosquito do dengue. [...]

[...] Você elimina dezassete “seguidores” por nítidas inclinações racistas, sexistas e intolerantes em geral. Sobre o islão, acrescenta não fazer sentido discutir-se o apedrejamento das adúlteras enquanto subsistir uma única vítima de violência doméstica em contexto de “heteropatriarcado” (sic). [...]

[...] Multiplicam-se as notícias desfavoráveis à Altice, que, depois de comprar a PT, comprou a TVI e ameaça transformar a estação numa fonte de informações não devidamente organizadas e estruturadas pelo governo. O caos, portanto. Para cúmulo, o fundador da empresa é um português que, ao contrário dos verdadeiros patriotas, optou por ganhar a vida à revelia do Estado. A título solidário com os trabalhadores, você decide juntar-se a um protesto à porta da PT. [...]

[...] Aparentemente, Portugal é o único país da UE avesso a sanções à Venezuela. O governo desmente, o que provavelmente confirma o facto. [...]

.
Alberto Gonçalves in "Observador"
.
..

Sem comentários:

Publicar um comentário