segunda-feira, 31 de julho de 2017

UM ASNO !



Trump gosta de entoar loas à virtude da lealdade. Num encontro com escuteiros na semana passada, afirmou: "O escuteiro é verdadeiramente leal"; acrescentando, "Digo-vos que podíamos usar mais a lealdade".
John J. Pitney, especialista de Ciência Política, conservador, considera que o problema de Trump é pensar que a lealdade corre só para um lado: a sua vida é um acumular de traições. Trump terá atraiçoado mulheres, amigos, mentores, protegidos, colegas, sócios, estudantes da Universidade Trump e, mais recentemente, conselheiros políticos.

Lealdade é ter força para ficar ao lado de uma pessoa, uma ideia, uma causa, um país, mesmo quando isso é difícil, custoso, ou impopular. A falta de lealdade explica o nível de disfunção que se agrava semana a semana na Casa Branca.
Trump é um bronco, digo eu, porque o que fica dito acima é resumo do artigo de opinião de David Leonardt, publicado hoje no The New York Times e que corresponde integralmente à ideia que tinha 
— e tenho — do sicrano.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário