terça-feira, 21 de agosto de 2012

A HELIOSFERA

.
.
Vivemos num planeta cuja órbita está incluída na atmosfera duma estrela magnética, a heliosfera. Essa atmosfera é constituída pelo vento solar, uma corrente de plasma que corre o nosso sistema planetário até ao limite, para além de Plutão, onde começa o espaço interestelar. À fronteira onde acaba a heliosfera e começa o espaço interestelar chama-se heliopausa.
O vento solar é constituído por partículas com carga eléctrica, sobretudo protões e electrões, que se libertam da gravidade do Sol graças à sua enorme energia cinética. A heliosfera forma uma enorme bolha no espaço interestelar da Via Láctea, bolha onde estamos mergulhados.
Adicionalmente, recebemos na Terra radiação infravermelha, que assegura a temperatura adequada à vida, radiação  visível, radiação ultravioleta, e raios X, sendo parte importante destas radiações filtrada pela atmosfera da Terra.
Na figura vê-se um esquema do Sistema Solar, o limite da heliosfera — a heliopausa — e parte do espaço interestelar.

Sem comentários:

Publicar um comentário