sábado, 20 de outubro de 2012

ASA DE CORVO

.

O partido Comunista da China tem 83 milhões de membros, o maior clube do mundomaior que o Benfica! Em 2011, 22 milhões de chineses pretenderam fazer-se sócios, mas só 3 milhões foram admitidos.
Ser um dos escolhidos implica enviar requerimento à célula do Partido no local de residência, idealmente pouco depois de ter 20 anos, ser seleccionado para integrar um grupo de estudo, ver examinados os antecedentes psicológicos e comportamentais e ficar aprovado para se tornar membro estagiário. Só depois se pode fazer parte do grupo dos escolhidos, entre os milhões de chamados, e fazer o juramento solene perante a bandeira do Partido com a foice e o martelo. Diz assim tal juramento:

É minha vontade juntar-me ao Partido Comunista da China, apoiar o programa do Partido, respeitar os estatutos do Partido, cumprir as obrigações de membro do Partido, cumprir as decisões do Partido, observar estritamente a disciplina do Partido, guardar os segredos do Partido, ser leal com o Partido, trabalhar duramente, trabalhar pelo comunismo toda a vida, estar pronto a tudo sacrificar pelo Partido e pelo povo, e nunca trair o Partido.

É de rebenta canelas!
O problema é que, à medida que a economia foi crescendo, a corrupção foi-se tornando o principal alvo da cólera do tal povo por quem os membros do partido juraram tudo sacrificar. Num País daquela dimensão, tudo é enorme, tão grande que o tudo é difícil de avaliar, incluindo a dita corrupção; mas estima-se que, só de 1990 para cá, 120 mil milhões de dólares sujos foram colocados no estrangeiro por quem jurou respeitar os estatutos, cumprir as obrigações, observar a disciplina, guardar os segredos, blá, blá, blá.
A carne é fraca, incluindo a amarela, digo eu. Amarela, mas encadernada de escuro—é norma do Partido usar sempre fato preto ou antracite e... —esta é de morrer(!)—cabelo negro, pintado quando necessário! Asa de corvo!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário