quarta-feira, 26 de março de 2014

SCHOCKING !

.

.
De acordo com o "Daily Telegraph", na Inglaterra, mais de 15.000 corpos de fetos, resultantes de abortos provocados, foram incinerados  em vários hospitais do HNS, nos últimos dois anos. Nalguns casos, os corpos foram utilizados em centrais para produzir energia eléctrica. O Addenbrooke’s, em Cambridge, incinerou 797 crianças, ou potenciais crianças com menos de 13 semanas de gestação, na central eléctrica. Às mães foi dito que os restos do aborto tinham sido cremados. No comments.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário