sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

AS ILUDÊNCIAS APARUDEM

.

A percepção não é fruto exclusivo dos sentidos. Resulta da cooperação entre os dados provenientes deles e da actividade psíquica. O referido é Psicologia "careca", está bom de ver. Mas é interessante observar  as coisas a funcionar na prática, por exemplo, na charada "coelho/pato" de Joseph Jastrow.

Jastrow, psicólogo americano, concebeu uma imagem—representada em cima—que pode ser vista alternadamente como pato ou coelho. Curiosamente, na Páscoa, as crianças vêem muito mais vezes o coelho, enquanto que no fim do ano é o patotalvez pela proximidade do Dia de Acção de Graças: o pato também é comido em tal dia, em vez do clássico peru.
O teste de Jastrow é apenas um dos muitos que circulam na literatura. Há outros e mais complicados. Por exemplo, os cubos de Necker—apresentados ao lado—que queria deixar aos leitores com mais paciência. Nessa imagem, os cubos podem ser vistos estando os superiores mais afastados e o inferior mais próximo, ou ao contrário, com os superiores mais próximos e o inferior mais afastado. É difícil passar duma percepção para a outra, mas é possível. Tente e repare como os sentidos enganam.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário