quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

LIVRE & ASSOCIADOS

.
Leio que o grande partido "Livre", e mais uns apêndices sortidos integrados numa colectividade que dá por "Tempo de Avançar", escreveram uma carta aos gregos. Mais ou menos uma carta de desconforto.
Ali se lêem coisas bonitas, vindas do coração. Mas tem passagens em que não pude conter um arrepio na espinha e deixar de eructar um forte "cruzes canhoto" saído da profundeza do amor à Pátria.
Por exemplo, a folhas tantas, diz-se no documento em apreço: [...] O movimento expressa ainda a esperança de que o destino de Portugal caminhe na mesma direcção da Grécia, optando por um novo rumo político [...]
Pela minha parte, receio bem que—tal como o pessoal do "Tempo de Avançar" espera—Portugal acabe igual à Grécia: até agora, tudo leva a crer que sim. Mas porquê a pressa?
E a seguir, batem na mesma tecla: [...] No que depender de nós, a Grécia nunca mais estará sozinha numa reunião do Eurogrupo. [...]
Óh égua! Porque hão-de ser ovelhas ranhosas a dobrar e logo nós uma delas?
Acho que Aristóteles dizia ser o homem por natureza um animal político. É uma boa imagem. Mas o pessoal do "Livre & Associados" está a tomar o dito demasiado à letra.

Sem comentários:

Publicar um comentário