segunda-feira, 15 de agosto de 2011

A VOZ DO BOM SENSO

.
Nuno Crato, intelectual dos autênticos, não é desses pedagogos feitos à pressa que nos enchem ouvidos e olhos com teorias de educação claramente contra naturam. Tais teorias deram o que deram e está à vista na educação. Com Crato, surge a luz ao fundo do túnel e todos devem esperar que seja bem sucedido. Falo nisto porque hoje, em Gouveia, o ministro fez uma declaração que ilustra exemplarmente o referido atrás: "mais do que computadores ou quadros interactivos, o que mais falta faz nas escolas é empenho". Voilá! Mais nada, para começar!...
.

Sem comentários:

Publicar um comentário