quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

NÃO É A "PARTÍCULA DE DEUS": É SÓ A CHi_b (3P)

.
A preocupação dominante no Large Hadron Collider (LHC) do CERN em Genebra é, como se sabe, detectar e identificar a chamada "partícula de Deus", o bosão de Higgs, por enquanto apenas fruto de elaboração teórica dos físicos e provável responsável pela força que dá a massa  à matéria. Em linhas toscas, o trabalho consiste em acelerar enormemente protões a circular em direcções opostas e promover a sua colisão frontal em locais do extenso circuito onde existe  capacidade de analisar os fragmentos resultantes das colisões. Até ontem não tinha sido observado o bosão de Higgs e, em boa verdade, ainda não se tinha detectado nenhuma partícula nova. O dia de hoje é uma data importante na vida do LHC: foi ali identificada a primeira estrutura sub-atómica, até agora também só existente no domínio da teoria, a partícula CHi_b (3P), responsável pela força que mantém a coesão entre os quarks. Para “descomprimir”, diremos que os quarks são constituintes fundamentais da matéria, fazendo parte da estrutura de protões e neutrões, juntamente com os leptões - os electrões são leptões (Figura).
.

Sem comentários:

Publicar um comentário