quinta-feira, 17 de maio de 2012

BOCHES FORA

.
Clyde Prestowitz é americano, economista e presidente do "Economic Strategy Institute". Ontem, escreveu no jornal “Foreign Policy” e diz assim, em resumo:
.
Francois Hollande e a Chanceler alemã  Angela Merkel tiveram o primeiro encontro, onde deviam ter admitido andar a atacar o problema da Grécia, do euro, da Espanha, de Portugal, da Itália, mesmo da França, ao contrário. Todos os esforços vão no sentido de manter a Grécia e os outros na Zona Euro. Mas a solução ideal é mesmo pôr a Alemanha fora.
É simples. Pela grande dimensão e competitividade internacional da sua economia, o euro é muito mais forte do que seria se fosse a moeda da Zona Euro sem a Alemanha. A solução lógica é os alemães voltarem ao marco, para os outros países  se tornarem competitivos sem a dor da austeridade, através da desvalorização do euro.

Não percebo nada de economia, coisa que nem preciso de anunciar, mas estou com Prestowitz. Pelo menos, é a solução que ainda não tinha ouvido. E também a que faz sentido. Portugal, País que só produz escárnio e mal dizer, com a mesma moeda dos boches? Está mesmo a ver-se que dá bota. 
...

Sem comentários:

Publicar um comentário