sexta-feira, 19 de setembro de 2014

É SÓ UM PALPITE


Leio que a Procuradoria-Geral da República está a investigar Passos Coelho sobre alegados dinheiritos recebidos de uma empresa quando era deputado da Nação em dedicação exclusiva.
Não faço comentários porque não sou de intrigas. Pergunto apenas se o caso não pode ser encaminhado para o Tribunal de Aveiro. Não sei explicar porquê, e também não possuo estudos para saber como funciona a administração da Justiça, mas tenho uma fé de que há muita coisa que deveria ser encaminhada para Aveiro; e também para o juiz Carlos  Alexandre. 
.

Sem comentários:

Publicar um comentário