domingo, 29 de julho de 2012

J. CRAIG VENTER

.
John Craig Venter é um dos pioneiros da descoberta da sequência do genoma humano. Recentemente, tornou-se  mais famoso ainda pela criação de vida artificial. Foi fundador da empresa "Celera Genomics," do "The Institute for Genomic Research" e do "J. Craig Venter Institute". Em 2007 e 2008 foi considerado pela revista "Time" como uma das pessoas mais influentes do mundo.
Em 7 de Outubro passado, foi convidado da "Edge Foundation" para uma conferência em Turim onde fez afirmações que dão que pensar. Por exemplo, e textualmente:


Cada um de nós é um conjunto de milhares de biliões de células a metabolizar rapidamente proteínas que têm semi-vida entre alguns segundos e dez ou vinte horas.  A vida é um constante estado de renovação de proteínas comandado pelo "software ADN" no "hardware" que são as células.  
A ideia de que somos basicamente sistemas regulados pelo "software ADN" não é a que a maior parte de nós tem de si próprio; mas todas as células do planeta funcionam assim, no mesmo modelo biológico-mecânico. O cérebro não tem qualquer papel no modo como é feita a leitura do ADN e a síntese das proteínas. A combinação de milhares de biliões de células dá aos seres capacidade diferente para fazer música ou investigação científica, pensar, ou perceber como funciona o cérebro, apesar de todas funcionarem da mesma forma.
É este conhecimento que nos permite estar a estudar como fazer proteínas de músculo de frango ou de vaca, sem o frango ou a vaca, o que já se chama "carne orfã" ou "carne sem assassínio".

É impossível "meter" num blog a extraordinária palestra de Venter. Mas pode ler o texto integral aqui.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário