sexta-feira, 21 de novembro de 2014

GRÃO DE CAFÉ

.
.
Em largas áreas da Etiópia, o café é mais que um produto de exportação: é o centro da vida comunitária. Pensa-se que a Coffea arabica teve origem no País, sendo a produção do café a espinha dorsal da economia, com 15 milhões de pessoas a trabalhar em actividades relacionadas com ele. Faz parte da cultura etíope, a ponto de se desejar aos recém-casados que "floresçam como o café". Os agricultores trabalham maioritariamente em regime cooperativo e dizem com orgulho que a melhor recompensa do seu trabalho é o aroma e o gosto do café.
A dado passo, logo no início do vídeo, um deles conta a história do pastor que via uma das suas cabras crescer mais do que as outras e emitir sons diferentes. Seguindo-a, viu que comia grãos do cafezeiro. Provou e gostou—assim terá começou o consumo humano do fruto que é hoje da ordem das centenas de milhares de toneladas por ano.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário