sexta-feira, 28 de novembro de 2014

'PIETER SCHELTE'

.



.
O navio "Pieter Schelte", lançado à agua no fim de semana passado, foi construído em partes separadas na Coreia do Sul e é o maior navio do mundo. Tem 363 m de comprimento, 124 m de largura, desloca 362.000 toneladas—mais do que três vezes o "Costa Concordia"—e custou 2,5 mil milhões de euros.
É um catamarã gigante com dois cascos unidos, deixando uma abertura entre as proas para poder içar por aí grandes cargas, como plataformas de extracção de petróleo. Aliás, destina-se a ser usado pelas companhias petrolíferas para montar, desmontar e deslocar plataformas e lançar pipelines, podendo também participar na construção de grandes pontes. Carrega plataformas rígidas até 48.000 toneladas e abriga 571 pessoas, incluindo tripulantes e técnicos do petróleo.
Saiu da Coreia para Roterdão pela rota do Cabo, levando a viagem 50 dias. Já fiz a mesma rota quando regressei de Timor em 1969, em viagem que levou 45 dias.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário