sexta-feira, 21 de novembro de 2014

OUÇA UM SOM A 500.000.000 KM

.

.
Não é propriamente a nona Sinfonia de Beethoven, nem a suite nº 3 de Bach para violoncelo, mas  o som é talvez mais histórico que qualquer dessas peças. É o ruído do embate da primeira perna da sonda Philae no cometa 67P/Churyumov–Gerasimenko, em 12 de Novembro passado, a cerca de 500 milhões de quilómetros da Terra. Dura apenas dois segundos a reprodução. Depois desse embate, a sonda deu dois saltos antes de se fixar, podendo dizer-se que aterrou três vezes, a última das quais bastante afastada do local previsto, onde a radiação solar que alimenta as suas baterias é menor. Entrou em hibernação e voltará à vida quando se aproximar do Sol, em cuja direcção segue.
.

.

Sem comentários:

Publicar um comentário