segunda-feira, 24 de novembro de 2014

SEMI-EIXO DO MAL


José Gomes Ferreira escreve hoje no "Expresso", a respeito do "caso Zezito", entre outras coisas, o seguinte:

[...] E é extraordinário ver que a maior parte do tempo de debate sobre esta mediática detenção é gasta em condenações à maneira de actuar das autoridades judiciais, como se fosse dever dos investigadores convidarem o suspeito para uma conversa amena num agradável bar de hotel, por ter ocupado o cargo que ocupou.[...]

Sobre a matéria, saliento a crónica de Clara Ferreira Alves, dias antes no mesmo jornal. Aí, a Clarinha dá um excelente exemplo do seu estilo: sempre pronta a atacar tudo e todos pela tolerância com a corrupção e os corruptos, é a primeira a levantar o pêlo quando um mais que provável corrupto não é tratado como um rei—o que a Clarinha cultiva é o exibicionismo disfarçado com posições polémicas. É preciso ganhar a vida e manter a audiência pelo método "Eixo do Mal", mesmo atirando a coerência às urtigas.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário