sexta-feira, 27 de setembro de 2013

AR1841

.

No Sol, observam-se periodicamente ejecções de massa coronal que se traduzem por manchas na sua superfície, as chamadas manchas solares, mais conhecidas pelo termo inglês sunspots. Tais ejecções fazem-se por ciclos de aproximadamente 11 anos e, quando intensas,  criam problemas no funcionamento das comunicações de rádio, nos aparelhos de GPS, no controlo dos satélites, mesmo nas redes de distribuição de electricidade.
No ciclo em curso era esperado, de acordo com a experiência de ciclos anteriores, que este ano fosse tormentoso. Não tem sido—pelo contrário, tem decorrido inesperadamente calmo. A imagem em cima—bonita!—mostra a superfície da nossa estrela no dia 16 de Setembro passado. Como pode ver-se, há apenas um sunspot, o "AR1841".  Na Terra diz-se que depois da tempestade vem a bonança e, consequentemente, depois da bonança vem a tempestade, mais tarde ou mais cedo. No Sol deve ser igual. O astro que nos dá vida deve estar a pensar: espera pela pancada.
..

Sem comentários:

Publicar um comentário