domingo, 22 de setembro de 2013

AUTO-CERVEJEIRA

.
Sabia que pode estar embriagado sem beber álcool? É verdade! Há circunstâncias em que a levedura Saccharomyces cerevisiae se aloja no estômago de algumas pessoas e fermenta hidratos de carbono da alimentação, produzindo álcool etílico, absorvido posteriormente e causando embriaguez.
Um domingo, pela manhã, num serviço de urgência dos Estados Unidos, apareceu um homem, recém-saído da missa, queixando-se de tonturas. Submetido ao teste do "balão", este indicava 3,7 gr/litro de sangue, apesar do cidadão jurar que não havia bebido álcool.
Internado e submetido a observação e estudo, os médicos Barbara Cordell e  Justin McCarthy constataram que tinha alojada no estômago a levedura usada no fabrico da cerveja, responsável pelo álcool circulante no sangue. Designaram o síndrome como de "auto-cervejeira" (auto-brewery syndrome) e publicaram o caso no "International Journal of Clinical Medicine".
O problema é que a levedura pode aparecer só de forma transitória mas, por vezes, mantém-se quase permanentemente. A única solução é adoptar uma dieta complicada, com restrição quase total de hidratos de carbono.
Chegados aqui, não aconselho aos que venham a ser surpreendidos pela polícia com um grão na asa, o mesmo que  com um grama a mais no sangue, a dizer que a culpa é da Saccharomyces cerevisiae. É que nas esquadras  o "International Journal of Clinical Medicine" não é leitura obrigatória e o polícia pode pensar que está a troçar dele.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário