quinta-feira, 19 de setembro de 2013

SAI UMA ' SANDOCHA '

.

A candidatura de Luís Filipe Menezes, no Porto, está a sofrer uma derrapagem nas contas, como aliás é timbre daquilo em que Menezes se mete—derrapagem nas contas é a sua primeira especialidade. E porque há derrapagem? Porque se gasta muito dinheiro em cartazes, ou outros meios de comunicar com os eleitores? É quase isso, mas não tem nada a ver com cartazes. O problema são os porcos!
Menezes faz  festas-comício com direito a uma sanduíche de porco assado e duas cervejas por cabeça, ou estômago, melhor falando. Quem não tiver cabeça também tem direito. À razão de 500 euros por reco, e há bairros que consomem dois recos, a tesouraria da candidatura já acusa o desgaste. O orçamento porcino foi largamente ultrapassado.
A concorrência queixa-se, mas Menezes diz que não responde para não "emporcalhar" a conversa. A seguir virá o "bacalhau a pataco". A promessa de que haverá inglês para todos, com mestres importados de Oxford provavelmente, está confirmada.
Menezes há só um, o das sandochas e mais nenhum!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário