quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

PARA TRÁS !

.
O juiz presidente do Tribunal Constitucional afirmou que a medida [corte das pensões] só poderia ser justificada no âmbito de uma reforma estrutural. Porém, a forma avulsa como foi apresentada visava apenas a consolidação pelo lado da despesa.

In "Jornal de Negócios"


Não é preciso ser sábio para perceber que a chamada convergência dos sistemas de pensões não é medida de fundo—no máximo, é medida de fundo de penico para arredondar as contas, cortando onde a carne é mais tenra.
Quando não há génio nem coragem para reduzir a despesa pública, e não se toca em dispêndios inaceitáveis, vai-se a quem está mais à mão e corta-se nos reformados.
Para trás, Rosalino!
Para que serve essa trampa chamada "Guião da Reforma do Estado", alegadamente produzido por Paulo Portas? Serve para nada porque não reforma nada.
Metam Vossas Excelências mãos à obra, comecem a reformar de facto e acabem com medidas avulsas. O mexilhão agradece.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário