terça-feira, 24 de dezembro de 2013

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULAR !

.

De acordo com o jornal japonês  “Yomiuri Shimbun”, Kim Jong-un estava “muito bêbado” quando mandou matar os colaboradores do tio, Ryong-ha e Jang Su-gil, por estes terem contestado uma ordem sua, alegando que tinham de falar primeiro com o seu superior, o referido tio.
A seguir, não sabemos se ainda sob efeito dos vapores do mesmo álcool, ou de vapores entretanto renovados, ou se da ressaca daí decorrente, “marchou” o tio.
Agora aguarda-se a vez do próprio Kim Jong-un seguir o mesmo caminho. Desconhece-se quando. O protocolo de consumo do álcool na República Democrática Popular da Coreia é um dos segredos de Estado mais bem guardados.
Será, de facto, a Coreia do Norte uma democracia? Desde que Bernardino Soares levantou a questão, a dúvida assalta-me todos os dias.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário