terça-feira, 22 de abril de 2014

E A MEDALHA DE OURO VAI . . .

.


O "Diário de Notícias" traz hoje o resultado de uma sondagem sobre os contributos para o País—positivos e negativos—de várias personalidades, nos últimos 40 anos, resumido no gráfico em cima. O título da trampa estampada no jornal é: "Soares foi quem deu mais contributos positivos".  E a legenda reza assim: "O primeiro Presidente da República civil no pós-25 de Abril, Mário Soares, é a personalidade que mais contribuiu positivamente para o País, enquanto o actual inquilino do Palácio de Belém, Cavaco Silva, está no pólo oposto."
Há um filme policial americano, cujo nome não recordo, em que o detective, a páginas tantas, diz do bandido: se não fosse ruim, era um gajo porreiro (nice guy). No caso vertente, o resultado de Soares—16% de preferências positivas—era porreiro, se não houvesse 10%  a referir contribuição negativa. Ou seja, um saldo positivo de 6%, enquanto Ramalho Eanes chega aos 7% e Sá Carneiro aos 6%, sem opiniões negativas.
Tem jornalista que é cego, diria Jô Soares. Eu digo que tem jornalista que é enviesado. Por exemplo, poderia escrever que Soares tem tantas opiniões negativas como Passos Coelho e mais que Durão Barroso. E também era boa cacha dizer que o Zezito bate o recorde de opiniões negativas, com 14%, sem uma opinião positiva. Óh égua! Assim se faz a História. Que fiz eu para merecer ter nascido neste éden? Por mim, a medalha de ouro vai para o "Diário de Notícias". Ai vai, vai...

 ...

Sem comentários:

Publicar um comentário