sábado, 23 de maio de 2015

ESTÁ EXPLICADO !

.

Gravura inglesa de 1765—The Great Financier, or British Economy for the years 1763, 1764, 1765—que mostra o Primeiro-Ministro Britânico George Grenville segurando uma balança com o prato da dívida em baixo e o da receita a pairar muito acima.
A enorme despesa dependia do esforço colonial para desenvolver a economia dos territórios além-mar e do financiamento da emigração inglesa para as colónias. À direita da gravura vê-se uma indígena, a representar a América, com uma canga e a dizer "Contribuinte sem Representação". Do outro lado, um contribuinte britânico melancólico e resignado.
Em 1763, a dívida inglesa era de 122 milhões de libras, ou seja, 150% do PIB—o Zezito deve ter ascendência inglesa, imigrante em Vilar de Maçada—de certeza!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário