terça-feira, 27 de abril de 2010

SANDINO É O MAIOR

Os homens comem, mesmo quando não têm fome, para a evitar nas horas seguintes em que não podem comer. É a capacidade de prever o futuro, própria e exclusiva do Homo sapiens. Será?
O chimpanzé Sandino, do Zoo da Suécia, atira projécteis aos visitantes que se juntam em volta das suas instalações desde 1977. Reacção hostil instintiva e irracional desencadeada por todos aqueles basbaques a olhar para ele? Há dúvidas.
É que, quando estes chegam, já ele está preparado com munições armazenadas em vários esconderijos do seu habitat horas antes do Zoo abrir. São pedras e bocados de cimento. Quando estes lhe parecem de tamanho excessivo, Sandino parte-os em fragmentos mais pequenos para não desperdiçar matéria prima sem vantagem. Rentabiliza as munições. Tem vários esconderijos e vai variando para despistar os tratadores.
Sandino, nascido em 1978, tornou-se o único macho em 1994, depois de morrer o macho dominante até aí. Durante três anos, manteve o comportamento anterior. Em 1997, mudou e aí está ele a mostrar às fêmeas que é o maior!
De acordo com o investigador sueco Mathias Osvath, da Universidade de Lund, é a prova de que os símios consideram o futuro de forma muito complexa. Planeamento não instintivo, ignorado até agora. Curioso:

.
Por um lado, a previsão de que vêm aí os basbaques e a preparação do apedrejamento.
Por outro, o significado que isso tem, em termos de comportamento “social” entre a sua comunidade. Só começou a exibir-se perante as fêmeas quando ficou só: Santino forte. Santino bravo. Santino protector. Santino atira pedras aos basbaques. Santino faz agressor fugir. Santino bom macho.

.
Coisa mais humana não há.

.

Sem comentários:

Publicar um comentário