sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

ÁGUA

.


Portugal está seco. Não chove, prontes! E isto de seca não é brincadeira. Li hoje que a civilização Maia Clássica desapareceu em consequência de uma seca que nem foi coisa por aí além.
Tal civilização, conhecida pela sua arquitectura, floresceu no que é hoje o Sul do México e Guatemala até aproximadamente ao ano 950 DC, quando entrou em rápido declínio. Cientistas britânicos e mexicanos fizeram o estudo do que terão sido os fenómenos de evaporação e de chuva entre os anos 800 e 950 e verificaram que uma modesta redução da chuva anual, da ordem de 25% a 40%, foi suficiente para esgotar as reservas de água locais.
Seguiu-se o abandono das cidades, graves rupturas sociais e o declínio. A água é um dos maiores bens da vida animal. Sem nos apercebermos lucidamente disso, tem comandado a humanidade desde os mais remotos séculos. E vai continuara a comandar.


Sem comentários:

Publicar um comentário