terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

O TEMPO ANTES DO "ANTES"



O Universo que conhecemos começou com o Big Bang há mais de 13 mil milhões de anos, a partir dum corpo mais pequeno que uma partícula sub-atómica. E antes desse corpo?
Santo Agostinho, há 16 séculos, explicou: o tempo foi parte da criação do Universo e não existia antes dele. Logo, não havia “antes”, antes da criação, segundo o teólogo!
No Século XX, Einstein chegou a conclusão semelhante com a teoria da relatividade. A massa tem influência no tempo. Na superfície dum grande planeta, com enorme massa, o tempo passa mais lentamente que num satélite desse planeta com menor massa. A diferença é mínima, mas existe. No momento do Big Bang toda a massa do Universo estava numa partícula de dimensão sub-atómica, isto é, colossalmente inimaginável. Com tão grande massa, o tempo estava parado. Logo, a pergunta do que existia antes do Big Bang não faz sentido porque nesse momento não havia tempo. A noção de “antes” e “depois” não fazia sentido.
Estamos tão habituados ao tempo, dimensão com que vivemos desde o berço, que não concebemos o Universo sem ele, como não concebemos a ausência simultânea de espaço, vácuo, das outras dimensões, e da massa. Em linguagem popular, temos a cabeça feita!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário