quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

MULHERES À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS

.
A pergunta é: vai o sexo masculino humano desaparecer? Ou seja, vão os homens extinguir-se? Matéria preocupante para a mulher!...
A maior parte das células humanas tem 23 pares de cromossomas, sendo um desses pares constituído pelos chamados cromossomas sexuais - na mulher dois cromossomas X e no homem um cromossoma X e outro Y. É este que tem o gene responsável pelo desenvolvimento do testículo e da secreção das hormonas masculinas.

A Professora Jennifer Graves, da Universidade Nacional Australiana, disse há tempos que, considerando o ritmo com que estão a desaparecer genes do cromossoma Y, é possível que este venha a desaparecer no curto prazo de 5 milhões de anos. Mais tarde, em 2003, o Professor Brian Sykes escreveu, num livro sugestivamente intitulado  “A Carreira de Adão”, que o prazo era ligeiramente mais curto: apenas 100.000 anos.
Estávamos nesta inquietação quando a Professora Jennifer Hughes e seus colaboradores, do Whitehead Institute, em Cambridge, Massachusetts, veio sossegar-nos. Na realidade, parece que afinal os homens não perderam nenhum gene no cromossoma Y nos últimos seis milhões de anos e, mesmo considerando os últimos 25 milhões de anos, a perda foi só de um gene.
Naturalmente, ficámos todos mais descansados.
Mais descansados, apesar de se desconhecer o que seria sem o cromossoma Y. Os ratos do campo, no Japão, não têm cromossoma Y e continuam a reproduzir-se e a viver saudavelmente. Talvez outros genes tenham tomado em mãos o trabalho do gene SRY, o tal que promove as características masculinas. A ser assim, ficamos duplamente tranquilos: não há-de ser nada de cuidado e, se for, prontes, talvez não esteja tudo perdido.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário