segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

PARA QUE SERVE O PRINCÍPIO ANTRÓPICO?

.
A natureza parece perfeitamente vocacionada para suportar a vida. Podemos até dizer que parece completamente vocacionada para suportar a vida do homem. Uma pequena diferença nas condições do Universo, por exemplo a variação da distância da Terra ao Sol, poderia tornar a vida, tal como ela existe, impossível, incluindo a do homem. Esta é a teoria antrópica forte que alguns dizem ser prova muito importante da existência de Deus.
Mas há outra teoria antrópica segundo a qual as condições actuais são as ideais para suportar a vida como a conhecemos, incluindo o homem. Se as condições fossem outras, a vida seria diferente e os seres existentes estariam admirados com o modo como o Universo era vocacionado para os suportar, como se conheciam. É o princípio antrópico fraco.
A conclusão possível parece ser a de que a vocação para suportar a vida e o homem é resultado dum fenómeno natural e não uma estranha coincidência.
Naturalmente, algumas alterações das condições físicas do Universo poderiam impedir a existência da vida, homem incluído, e até das estrelas e planetas. E o facto de isso não acontecer pode ser encarado como prova da existência de Deus. Mas também, e simplesmente, como uma grande sorte!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário