quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

QUEM TE MANDOU A TI...

.
Cavaco Silva tinha uma visita programada para hoje à Escola António Arroio. À última hora soube que o esperava uma manifestação hostil dos alunos, com base numa ou duas das muitas palavras-chave da CGTP. Meteu o rabo entre as pernas e mandou anunciar que um “impedimento” impossibilitava a visita.
De acordo com o Diário de Notícias, em 17 de Janeiro de 2011, Cavaco terá dito num comício: "Considero importante que crianças, jovens, pais e professores venham para a rua defender a sua escola. É um sinal de vitalidade da nossa sociedade civil". E o jornal Expresso: "Cavaco Silva incentiva alunos do privado a manifestarem-se". Os tempos mudaram!
É claro que a recepção preparada para hoje era uma total, completa e acabada manipulação da esquerda popularucha e demagógica; mas tal nem interessa porque é puro folclore. O significativo é haver agora espaço para a esquerda do quanto pior melhor preparar uma coisa como a planeada para hoje.
Cavaco nunca foi grande espingarda: é um anacrónico fusil de repetição; provavelmente de pederneira. É daquelas personagens que ganham imenso quando estão caladas e podem fazer grandes carreiras se souberem remeter-se ao silêncio. Mas Cavaco às vezes fala, quase sempre muito mal. Ao longo da sua carreira política, tem dito bastantes asneiras; só que em situações menos difíceis e o tempo se encarregou de as desvalorizar. Agora a conjuntura é complicada de mais para tão pouca chispa. Por isso já levou uma ensaboadela em Guimarães e hoje esteve a minutos de levar outra. A inércia que mantinha a esquerda em respeito acabou. A esquerdalhada espreitou o momento, quebrou a inércia e vai continuar a flagelar Cavaco em crescendo. Quem te mandou a ti, sapateiro, tocar rabecão?
.

Sem comentários:

Publicar um comentário