terça-feira, 17 de abril de 2012

ANTARES

.
.
A imagem em cima é um pequeno bocado da Via Láctea, a nossa abençoada galáxia. À esquerda e no terço superior, vê-se uma estrela grande e muito brilhante, em fundo amarelo: é a Antares, em fim de vida, pois vai acabar dentro de poucos milhões de anos; ainda antes do Sporting ganhar a liga. A nuvem amarela que a rodeia é sinal disso mesmo e corresponde a material expelido pela estrela.
A Antares está na Constelação do Escorpião e é 850 vezes maior que o Sol, o que significa que, se estivesse no centro do Sistema Solar, ultrapassava a órbita de Marte e chegava quase a Júpiter. Tem 15 vezes a massa do Sol e é 10.000 vezes mais brilhante. Está a 550 anos luz de nós.
Na parte inferior do centro da imagem, vê-se o aglomerado globular de estrelas M4. Embora esteja a 7.200 anos luz, é um dos mais próximos da Terra. E à direita, outra estrela da mesma constelação, a Al Niyat.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário