terça-feira, 17 de abril de 2012

MAR SALGADO

.
Sabe, com certeza, porque é salgado o mar. Embora Fernando Pessoa dissesse que era das  lágrimas de Portugal, não é verdade. Pessoa era poeta e os poetas dizem coisas bonitas, embora incorrectas. Em boa verdade, tenho mesmo dúvidas se Pessoa sabia porque é salgado o mar.
Há quem diga que é porque tem muito bacalhau de molho, mas não me parece porque há menos bacalhau e o mar está cada vez mais salgado. Nota-se pouco, mas está ficar mais “apurado”.
Já foi feito assim? Não pode ser! Água é água e, se é salgada, é porque alguém põe lá sal; embora nunca tenha visto ninguém a temperar o mar.
Diz quem sabe e estudou nos livros que o sal do mar veio da terra, transportado pelos rios. Tal sal é arrastado das rochas pela água das chuvas e vai pelo rio abaixo até ao mar. Com a evaporação, que cria o vapor de água primeiro, e depois a água das nuvens, só sai água – o sal fica lá. Milhões de anos a destilar os oceanos e a salgá-los deu no que está à vista, ou antes, no que está no gosto.
E o processo de salga continua activo. Daqui a uns milhões de anos, o mar estará ainda mais “apurado”, até se chegar ao estado de saturação, em que o sal já não pode dissolver-se na água. A partir daí, começa a depositar-se no litoral, provavelmente. Vamos, isto é, vão os nossos descendentes ter salinas nas praias. Vai haver muito desemprego de salineiros!
....

Sem comentários:

Publicar um comentário