quinta-feira, 26 de abril de 2012

CONCORRÊNCIA DE EVENTOS

.
Uma inglesa vem passar férias a Portugal e, quando está a arrumar a roupa no armário do quarto, vê um casaco de militar pendurado com o seu nome de solteira impresso. Observando melhor, encontra também o número de militar do irmão. Tinham passado 40 anos desde que o irmão tinha estado no exército.
Um estudante liceal alemão tem uma colega nova, vinda da Índia. Um dia, vê o passaporte dela e fica admirado por ter nascido na mesma terra que ele. A mãe vivia na Índia, mas veio ter a filha à Alemanha. Conversando, chegam à conclusão que nasceram os dois na mesma maternidade, uma pequena unidade hospitalar. Deslocam-se lá e, com espanto, ficam a saber que nasceram os dois na mesma cama de partos. Casaram.
Um inglês a viver na Suíça compra um quadro velho numa junk shop. Leva-o para casa e desmonta-o para limpar. Encontra um pedaço velho de jornal inglês onde está a sua fotografia, da mãe e do irmão.
Uma senhora de Burryport tem três filhos, de 8 e 6anos e, o mais novo, de alguns meses. Nasceram todos no dia 5 de Fevereiro.
Um inglês vaipassar férias no Sul de França. Um dia escreve uns postais para vários amigos e dirige-se ao correio para os enviar. No caminho encontra o destinatário de um dos postais que também lá está.
Que se passa? Porque acontecem estas coisas? Há forças ocultas envolvidas? Até o psicanalista Carl Jung se ocupou disso e formulou uma teoria esdrúxula chamada ‘Sincronicidade’ ou coisa que o valha. Os especialistas de estatística estão tranquilos: acham normal! Dizem, por exemplo, esta coisa inesperada: basta juntar 13 pessoas na mesma sala para a probabilidade de duas comemorarem o aniversário no mesmo dia ser maior que a de isso não acontecer. Quando joga o Benfica na Luz, há muitas pessoas a assistir que fazem anos nesse preciso dia!
Acham normal? Eu fico de pé atrás.

Sem comentários:

Publicar um comentário