terça-feira, 29 de julho de 2014

TAL E QUAL !

.

[...] Ricardo Salgado caiu em desgraça, sim, mas está longe de ser um desgraçado. É por isso que tantos lamentos me parecem deslocados. Salgado acaba de constituir um gabinete de crise financiado pela sua fortuna pessoal e que, segundo Pedro Santos Guerreiro, deverá custar cerca de um milhão de euros ao ano. Deixem passar a fumaça e aguardem pelo que aí vem. Um homem que teve o poder que ele teve e que sabe o que ele sabe não é coitadinho nenhum. Se Ricardo Salgado abre a boca, metade do regime parte o pescoço ao cair das escadas. As suas contas bancárias até podem ficar a zeros—enquanto ele tiver memória, continuará a ser um dos homens mais poderosos do país.

João Miguel Tavares in "Público"
.
Anda por aí muita gente apreensiva. O Zezito até o defendeu na RTP, segundo o autor do texto citado em cima. Deve haver muito político ao lado dele. Porque será?
.

Sem comentários:

Publicar um comentário